Como funciona o processo de deportação

Ver PDF | Ver Impressão
por: sayurimatsuo Total leituras: 296 Nº de Palavras: 493 Data: Thu, 20 Sep 2012 Hora: 2:04 PM 0 comentários

 

advogadosRecentemente uma temática foi debatida na novela das 9 da Globo, Avenida Brasil, onde a personagem Suelen seria deportada do país mesmo vivendo aqui desde criança, pelo fato de ser estrangeira e não possui visto.

No Brasil quando alguém está irregular ela possui um prazo para se retirar que é estipulado, de 3 a 8 dias, pela Justiça, após isso ela pode sair por outros meios. É importante destacar que caso alguém seja deportado, isso não impede o seu regresso ao país de modo regular.

Ainda existem a expulsão e a extradição, na primeira é quando o estrangeiro perde o direito de retornar à aquele país e na segunda é quando um país devolve alguma pessoa ao seu país de origem devido à acusações para que ele seja devidamente julgado em seu lugar de origem.

Na novela das 9 a solução encontrada foi a Suelen se casar para conseguir a sua nacionalidade e permissão para permanecer no país, mas não é necessário que todos que queiram permanecer no país façam o mesmo, até porque não seria realmente válido um casamento depois de você já ter tido o seu prazo estipulado para a retirada.

A melhor coisa que se deve fazer quando você está correndo o risco de ser deportado de um país é procurar advogados especializados em imigração que possam te orientar sobre as melhores práticas nessas ocasiões.

Os advogados especializados em imigração irão conferir todo o seu processo e entrar em contato com a Justiça verificando caso ocorra algum erro e na verdade você esteja corretamente no país. Pode acontecer também de os advogados poderem fazer um pedido de um tempo maior para a retirada dependendo das condições em que a pessoa for deportada.

O fato de a Suelen ter conseguido permanecer no país não é um bom motivo para sempre acharmos que é fácil conseguir um visto permanente, precisamos pensar que o fato de estar em um país ilegalmente não é correto e o melhor é sempre estar dentro das Leis vigentes naquele país, para evitar qualquer possível dor de cabeça futura.

 

 

Sobre o Autor

Estudante de direito, apaixonada pela profissão e que sonha em algum dia trabalhar em um grande escritório de advocacia.




Pontuação: Não pontuado ainda


Comments

No comments posted.

Add Comment