Prevenção de Incêndio: porquê combater incêndios quando pode preveni-los activamente?

Ver PDF | Ver Impressão
por: adtportugal Total leituras: 287 Nº de Palavras: 512 Data: Fri, 1 Apr 2011 Hora: 5:23 PM 0 comentários

Atendendo a que, para que um incêndio ocorra, são necessários três elementos essenciais sem as quais este não ocorre: o oxigénio (o comburente), um combustível e calor (temperatura de ignição), a dedução lógica será a de que, basta a falta ou a supressão de um deles, como o oxigénio, para que a probabilidade de um incêndio deflagrar será praticamente nula.

 

A ADT Fire & Security comercializa um sistema de prevenção de incêndio inovador, patenteado pela FirePASS®, que utiliza precisamente a redução da concentração de O2 no ar como factor de prevenção. Este sistema utiliza a ventilação para o espaço a proteger de ar hipóxico, ar cuja concentração de oxigénio é mais baixo que os níveis existentes no ar que respiramos (que contém 21%), redução essa suficiente para impedir a ocorrência de combustão, mantendo no entanto a sua capacidade de preservação da vida humana. O ar hipóxico é obtido através da substituição de 5% de O2 por nitrogénio, resultando num ar com 15%-16% de O2, perfeitamente respirável para os humanos. Este sistema está constantemente a enviar ar hipóxico, de forma precisa e controlada, até se atingir o nível desejado em todo o espaço. Além de prevenir incêndios, permite proteger o espólio ali guardado da deterioração causada pela oxidação e/ou pelos micro-agentes que se propagam nestes espaços devido à existência de O2, e que destroem materiais como o papel.

 

As potencialidades deste tipo de tecnologia, são muitas, já que é uma protecção contra incêndio activa, inibindo completamente a possibilidade de ocorrência de incêndio, sem apresentar riscos nem para a vida humana, nem para o património. www.adt.pt

Sobre o Autor

A ADT Portugal Fire & Security, uma empresa líder em segurança e incêndio, suportada por um serviço de excelência e experiência incomparável




Pontuação: Não pontuado ainda


Comments

No comments posted.

Add Comment