A vida é um vasto campo experimental

Ver PDF | Ver Impressão
por: Martinho Total leituras: 81 Nº de Palavras: 2562 Data: Sun, 20 Jul 2014 Hora: 3:58 PM 0 comentários

            A vida é um vasto campo experimental

 

Com relação às minhas atividades percebo que quando as desempenho com gosto elas se tornam mais leves e agradáveis e me permitem usufruir da vida, o que não acontece quando as realizo de forma inconsciente ou de má vontade.

A recordação constante dos momentos felizes da minha vida e das conquistas relacionadas ao plano transcendente tem sido para mim uma fonte perene de estímulos, o que tem contribuído para um maior entusiasmo frente à vida e para uma dedicação mais intensa ao processo de superação integral que é uma das finalidades da vida.

Uma atividade que me proporcionou uma grande satisfação interna foi quando consegui cadastrar-me num Site da Internet e publicar o meu primeiro artigo sobre a Logosofia. A importância desse fato para mim se deve pela gratidão aos benefícios alcançados com a ajuda dos elementos dessa ciência e pela oportunidade de proporcionar a outros a mesma oportunidade que tive quando tomei contato com a Logosofia.

 

Ao tomar consciência do que o Criador já me proporcionou para que pudesse reger a minha vida como ser físico e encaminhá-la como ser espiriual para a finalidade máxima da existência, elevo sempre o meu pensamento de gratidão a Ele e como tributo a esses bens ofereço meu esforço e a minha dedicação, visando alcançar uma superação integral em conformidade com os desígnios de Deus, plasmados nas suas supremas Leis.

 

Observando a vida de um modo geral percebemos que ela é um vastíssimo campo experimental, e nos apresenta uma infinidade de motivos, dos quais, por meio da observação podemos extrair muitos elementos úteis para as nossas atividades e superação. Por exemplo, ao observarmos as qualidades e virtudes dos nossos semelhantes, podemos por meio de uma

dedicação inteligente integrá-las à nossa vida, visando nossa superação e, ao contrário, se observarmos um defeito ou uma deficiência psicológica, devemos relacioná-los com as nossas próprias falhas e trabalhar para eliminá-las.

Sinval Lacerda

Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica:

www.logosofia.org.br

 

Sobre o Autor

Professor aposentado, curso técnico do SENAI, de Filosofia, de Cultura Geral, incluindo literatura brasileira e portuguesa.




Pontuação: Não pontuado ainda


Comments

No comments posted.

Add Comment