Desvendado roubo a sex shop

Ver PDF | Ver Impressão
por: profbrunoduarte Total leituras: 164 Nº de Palavras: 552 Data: Sat, 13 Nov 2010 Hora: 8:30 PM 0 comentários

A criminalidade continua sem limites por todo o Brasil. Os criminosos agem de forma livre e cometendo atos cada vez mais distintos. E eles encontraram um novo alvo para suas ações, uma situação que começa a entrar de vez para as grandes estatísticas. Estamos falando das lojas conhecidas como sex shop, que agora passaram a ser também freqüentemente visitadas por bandidos para a prática de furto de dinheiro e até dos próprios materiais eróticos.

            Uma operação realizada semana passada em Itabaiana pela Polícia Civil estourou um depósito com grande quantidade de mercadoria furtada. Foram encontrados cerca de R$ 6 mil em mercadorias, todas roubadas de uma mesma loja de roupas íntimas e produtos eróticos que fica no centro de Itabaiana. A ação dos bandidos teria acontecido no dia 30, e parte do material furtado já havia sido revendido para outras cidades. Não foram encontrados indícios de que o local poderia também funcionar como uma ilegal que recebesse visita de compradores, as mercadorias eram somente armazenadas para serem transportadas posteriormente aos comerciantes de outras cidades.

            A polícia encontrou duas pessoas no depósito, e para nossa surpresa eram duas moças. Uma tinha 20 anos e foi indiciada por furto qualificado, a outra era uma menor de 17 anos, todas as duas foram apontadas como autoras do crime. Elas foram pegas em flagrante quando embalavam caixas de bombas penianas para serem revendidas. As jovens não resistiram à prisão e foram rapidamente encaminhadas para a delegacia onde prestaram os primeiros depoimentos. Os responsáveis pela menor foram imediatamente convidados a se apresentar para acompanhá-la em todo o processo.

            Os responsáveis pela sex shop poderão receber os produtos encontrados pela polícia assim que as investigações acabarem. As duas jovens confessaram a autoria do crime e revelaram uma terceira pessoa envolvida. A cúmplice seria uma funcionária da própria loja que teria fornecido as chaves do estabelecimento para as moças. Ela já foi convidada para prestar depoimento dando seqüência a investigação.

Sobre o Autor

Breno Duarte estuda como o emprego de produtos eróticos pode influenciar a saúde sexual dos casais. Costuma frequentar sex shops online para ficar por dentro dos últimos lançamentos no mercado brasileiro.bombas penianas




Pontuação: Não pontuado ainda


Comments

No comments posted.

Add Comment