Artigos sobre Viagens e Lazer

241: Cidade de Arronches
Arronches é uma bonita vila Alentejana, sede de município, situada bem próxima da fronteira com Espanha, caracterizada pelo seu alvo casario alegrado por faixas coloridas que rodeiam rodapés, janelas e portas. Dizem que deve ter sido uma antiga povoação romana edificada junto à ribeira de Caia, fundada no tempo de Caio Caligula, no ano I da era de Cristã. D. Afonso Henriques conquistou-a aos Mouros em 1166, perdida de novo, e recuperada por D. Sancho II, em 1235. Saiba mais sobre a história da cidade.

242: Cidade de Alter do Chão
Alter do Chão é uma pacata vila Alentejana, sede de município, com origens bem antigas, onde reina a paz de espírito. A origem de Alter do Chão poderá ser atribuída a um povoado romano, fundado a partir de um aglomerado da Idade do Ferro em Alter Pedroso. De Abelterium, cidade romana que vem referenciada no Itinerário de Antonino Pio, terá provavelmente nascido Alter do Chão. Saiba mais sobre a história da cidade.

243: Cidade de Vila Nova da Barquinha
Vila Nova da Barquinha é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, região Centro e subregião do Médio Tejo, com cerca de 3 500 habitantes. Pertencia ainda à antiga província do Ribatejo, hoje porém sem qualquer significado político-administrativo. A história do concelho da Barquinha é, inevitavelmente,a história do Tejo: o comércio marítimo, a pesca de sobrevivência, o apogeu, a decadência. E é ainda a história de três concelhos outrora prósperos que se fundiram, afinal, num só. Saiba mais sobre a história da cidade.

244: Cidade de Torres Novas
Torres Novas é uma bonita cidade Portuguesa do Distrito de Santarém, sede de concelho, situada bem na região Centro do País, é atravessada pelo agradável Rio Almonda, e emoldurada pelo fantástico Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros. A data da fundação de Torres Novas mantém-se incerta até aos nossos dias. Segundo a História lendária, diversos terão sido os povos que ocuparam Torres Novas ao longo dos tempos: gregos, romanos, celtas, árabes. Saiba mais sobre a história da cidade.

245: Cidade de Tomar
Tomar é uma lindíssima cidade, sede de concelho, da região Centro do País, situada nas bonitas margens do rio Nabão, bem na lezíria Ribatejana, e uma das cidades históricas de Portugal, com tanto para contar e ver. Depois da conquista da região aos mouros pelo Rei Afonso I de Portugal, a terra foi doada como feudo à Ordem dos Templários. O Grão-Mestre desta Ordem, Dom Gualdim Pais, iniciou em 1160 a construção do Castelo e Convento que viriam a ser a sede dos Templários em Portugal. Saiba mais sobre a história da cidade.

246: Cidade de Sardoal
O Sardoal é uma bonita vila, sede de município, da região Centro de Portugal, situada entre a lezíria Ribatejana e a paisagem serrana da Beira, muitas vezes apelidada de “Vila Jardim”. Nalguns locais do concelho de Sardoal têm sido encontrados vestígios da presença do Homem desde tempos muito antigos. No Alto de S. Domingos, próximo da Vila de Sardoal, no monte que fica à nossa esquerda, quando se avistam a aldeia de S. Simão (que durante séculos foi designada por Alferrarede) foram encontrados alguns objectos de pedra polida, de que existem dois exemplares na Câmara Municipal, sabendo-se que outros foram levados para um Museu em Santarém e que existem, ainda, outros na posse de particulares. Saiba mais sobre a história da cidade.

247: Cidade de Santarém
Santarém situa-se em pleno Ribatejo, no centro do País, e é das cidades mais antigas e históricas de Portugal, sede de concelho e de distrito. Santarém, antiga Scalabis, foi conquistada em 1147, por D. Afonso Henriques. Num golpe audacioso, perpetrado durante a noite, a cidade caiu na posse de um escasso exército reunido pelo Rei de Portugal. Esta cidade muito antiga terá sido contactada por Fenícios, Gregos e Cartagineses. Saiba mais sobre a história da cidade.

248: Cidade de Salvaterra de Magos
Salvaterra de Magos é uma bonita vila, sede de concelho, pertencente à antiga região Ribatejana, próxima da margem do rio Tejo, em terras aluviais, numa região de franca beleza natural, outrora escolhida pela Corte Portuguesa como local de eleição. Desde a mais remota ocupação pré histórica, até aos nossos dias, o concelho de Salvaterra de Magos possui inúmeros testemunhos materiais do Homem, e foi palco de vários notáveis acontecimentos o que revela a importância desde concelho ao longo da história. Saiba mais sobre a história da cidade.

249: Cidade de Rio Maior
Rio Maior, sede de concelho, é uma importante região agrícola e industrial, onde a paisagem se divide em realidades distintas: pinhais e eucaliptais, típicas planícies ribatejanas no Sul e a Serra de Candeeiros no extremo norte, sendo mesmo a Sede do Parque Natural de Serra de Aires e Candeeiros localizada nesta cidade. Terra de fronteiras a região do rio Maior foi também, desde sempre, terra de passagem: de norte para sul, do interior para o litoral. Mas foi também terra de fixação de vários povos e múltiplas culturas. Saiba mais sobre a história da cidade.

250: Cidade de Ourem
Ourém, com o seu burgo medieval rodeado de muralhas, é dominada pelo castelo: construído no século XV, é formado por três torres num perímetro triangular e contém uma enorme cisterna alimentada por uma fonte de água pura que se diz ter sido a razão pela qual nunca se rendeu a qualquer cerco. O concelho recebeu foral em 1180, atribuído pela infanta D. Teresa, filha de D. Afonso Henriques. Nesse documento refere-se que aquele lugar se chamava em latim Auren. Saiba mais sobre a história da cidade.


Página 25 de 43
[1]   [2]   [3]   [4]   [5]   [6]   [7]   [8]   [9]   [10]   [11]   [12]   [13]   [14]   [15]   [16]   [17]   [18]   [19]   [20]   [21]   [22]   [23]   [24]   [25]   [26]   [27]   [28]   [29]   [30]   [31]   [32]   [33]   [34]   [35]   [36]   [37]   [38]   [39]   [40]   [41]   [42]   [43]