Artigos sobre Viagens e Lazer

231: Cidade de Nisa
Nisa é uma bonita vila Alentejana, sede de município, caracterizada pelo seu típico alvo casario de faixa colorida a alegrar, numa região de calma e sossego, afamada pelos seus saborosos queijos de ovelha. Em 1199 D. Sancho I doa a Herdade da Açafa á Ordem do Templo, este território era delimitado, de modo muito sumário a norte pelo Rio Tejo e a sul detinha parte do território dos actuais concelhos de Nisa, Castelo de Vide e parte do território espanhol junto á actual fronteira. Estas doações tinham como objectivo fixar moradores em zonas ermas e despovoadas e consequentemente defender o território. Saiba mais sobre a história da cidade.

232: Cidade de Monforte
A vila de MonforteA ocupação humana neste concelho remonta à época Neolítica, através da fixação populacional de pequenas comunidades agro-pastoris. A presença da civilização romana deixou-nos um importante legado patrimonial: a “villa” lusitano-romana de Torre de Palma (século II ao século IV d. C.), vias, estradas e pontes., sede de concelho marcadamente agrícola, está situada no alto de um sólido e forte monte, junto à margem esquerda da Ribeira Grande, monte esse que terá dado origem ao topónimo de Monforte. Saiba mais sobre a história da cidade.

233: Cidade de Marvão
Bem próxima com a fronteira de Espanha, situada entre Castelo de Vide e Portalegre, no ponto mais alto da bonita Serra de São Mamede, na região Alentejana, encontra-se a encantadora Vila de Marvão. Se no séc. X, o que é hoje Marvão, era identificado pelo historiador cordovês Isa Ibn Áhmad ar-Rázi, por Fortaleza de Amaia e por Fortaleza de Amaia-o-Monte, entre outras designações, tal facto levanta a hipótese de que existiria fortificação no topo do monte que teria servido a cidade de Ammaia, fundada no séc. I, durante a sua existência. Saiba mais sobre a história da cidade.

234: Cidade de Gaivão
Situado no Norte alentejano, Gaivão é atravessado pelo Tejo e a primeira barragem construída neste rio foi a de Belver, uma zona boa para a pesca e para praticar desportos aquáticos, como remo e jet-ski, ou simplesmente para passear de barco e usufruir da beleza da vegetação e das ravinas de xisto vertical que mergulham nas águas do rio. Localizado no núcleo histórico de Gavião, o Largo do Município é uma das principais artérias da vila, onde se situam alguns dos edifícios mais importantes. Apesar da sua importância histórica, não será este o largo mais antigo de Gavião, mas sim o do Pelourinho, onde, segundo a crença popular, se terá fundado o Gavião e onde existia uma torre de vigia que fazia parte do sistema defensivo desta zona. Saiba mais sobre a história da cidade.

235: Cidade de Fronteira
Localizada na margem esquerda da ribeira de Avis, a norte da cidade de Estremoz e a sudoeste da cidade de Portalegre, a vila de Fronteira, sede de município, é uma bonita localidade tipicamente Alentejana. A presença humana está Situado no Norte alentejano, Gaivão é atravessado pelo Tejo e a primeira barragem construída neste rio foi a de Belver, uma zona boa para a pesca e para praticar desportos aquáticos, como remo e jet-ski, ou simplesmente para passear de barco e usufruir da beleza da vegetação e das ravinas de xisto vertical que mergulham nas águas do rio. Localizado no núcleo histórico de Gavião, o Largo do Município é uma das principais artérias da vila, onde se situam alguns dos edifícios mais importantes.

236: Cidade de Elvas
Elvas é uma das principais cidades Alentejanas, sede de município, situada bem próxima da fronteira com Espanha, e desde cedo um importante bastião estratégico, construída dentro de muralhas em forma de estrela. Os Godos e os Celtas terão sido os primeiros povoadores desta autentica “cidade-fortaleza”, que hoje se estende para alem das suas muralhas em forma de estrela. Ás portas de Espanha, distando a apenas 15 quilómetros de Badajoz, Elvas é a mais importante praça-forte da fronteira portuguesa, tendo sido por isso cognominada “Rainha da Fronteira”. Saiba mais sobre a história da cidade.

237: Cidade de Crato
O Crato é uma bonita Vila Alentejana, calma e pacata, sede de concelho, famosa pelo seu bonito Mosteiro de Flor da Rosa e toda a tradição monástica que este alberga. O homem viveu aqui na pré-história e encontram-se inventariadas mais de 70 antas no território do concelho, duas das quais são monumento nacional – a anta do Crato e a anta do Tapadão. Quando os romanos aqui chegaram já há muito que havia uma fortaleza que remodelaram, tornando o local uma base militar, política e administrativa. Saiba mais sobre a história da cidade.

238: Cidade de castelo de Vide
Castelo de Vide é uma bonita Vila alentejana, sede de concelho, localizada numa colina da Serra de São Mamede, num local bafejado pela beleza. Em 1299 Castelo de Vide era ainda “lugar etã maís chão q forte” ainda que desde essa data seja apelidado de “Castel da Vide” e que Afonso Sanches, filho de D. Afonso III, iniciou obras de reconstrução das muralhas que foram continuadas pelo seu irmão, D. Dinis , ficando finalmente concluídas no reinado de D. Afonso IV. Saiba mais sobre a história da cidade.

239: Cidade de Campo Maior
Campo Maior é uma bonita e pacata Vila alentejana, sede de concelho, próxima da fronteira com Espanha, terra de história, tradições e costumes, onde impera a paz de espírito. Certamente foi uma povoação Romana, dominada por Mouros durante meio milénio e reconquistada por cavaleiros cristãos da família Pérez de Badajoz em 1219, que posteriormente ofereceram a aldeia, pertencente ao concelho de Badajoz, à Igreja de Santa Maria do Castelo. Saiba mais sobre a história da cidade.

240: Cidade de Avis
A bonita vila de Avis, sede de concelho, situa-se em pleno Alentejo, no alto do seu monte granítico com 201 metros de altitude, plena de história e beleza natural. A vila de Avis desempenhou um papel de destaque na História do nosso País, por ter sido a sede de uma das mais importantes Ordens Militares e ter dado nome à mais emblemática dinastia portuguesa. A primeira referência ao lugar de Avis em documentação medieval portuguesa data do século XIII, quando, no âmbito da Reconquista, ali foi sediada uma importante Ordem Militar que adoptou o mesmo nome. Saiba mais sobre a história da cidade.


Página 24 de 43
[1]   [2]   [3]   [4]   [5]   [6]   [7]   [8]   [9]   [10]   [11]   [12]   [13]   [14]   [15]   [16]   [17]   [18]   [19]   [20]   [21]   [22]   [23]   [24]   [25]   [26]   [27]   [28]   [29]   [30]   [31]   [32]   [33]   [34]   [35]   [36]   [37]   [38]   [39]   [40]   [41]   [42]   [43]